domingo, 1 de abril de 2012

UM MÊS LITERÁRIO


RESUMO DO MÊS

Devido às muitas atividades que realizei durante o mês de março não consegui atualizar as postagens deste meu blog. Desta forma, procurei resumir aqui em forma de tópicos rápidos, o que foi para mim este intenso mês literário:

CLUBE DO LEITOR

O Centro Cultural Banco do Nordeste, localizada nas cidades de Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sousa, realiza no início de cada mês o Clube do Leitor. Um espaço permanente de debate sobre autores e seus escritos nas três sedes. Fui convidado para ser o facilitador e estive presente na bela sede do CCBN na cidade de Sousa, alto sertão da Paraíba, no último dia 09 de Março. Na ocasião apresentei algumas crônicas do livro Canalha! de Fabrício Carpinejar. Uma experiência maravilhosa! No qual pude conhecer o pessoal da gerência da instituição e um bom grupo de leitores da cidade, que vem acompanhando a iniciativa. Na ocasião, deixei um livro meu no acervo da biblioteca.  



CORREIO DAS ARTES

Tive uma satisfação imensa de ser capa do suplemento cultural Correio das Artes deste mês de Março. Acompanho este suplemento desde 2005 na época de Linaldo Guedes era o editor. Sou um admirador dos textos que vem sendo publicados nos últimos anos. Além da capa, li com emoção o editorial intitulado “o jovem cavaleiro”, produzido pelo editor William Costa e a matéria “Bruno Gaudêncio: a errante e solitária paixão de manejar palavras”, produzido pela competente e criativa jornalista Vanessa Furtado. Agradeço demais aos dois pela homenagem.

CONSELHO DE CULTURA

Fui convidado para ser membro do Conselho Estadual de Cultura. A posse foi no dia 22 de Março. Um Conselho diverso, múltiplo e diferente dos últimos formados nos governos passados, aberto, democrático e menos elitista. Além de mim, outros nomes do universo literário paraibano fazem parte, como Carlos Aranha, Vitória Lima, Hildeberto Barbosa Filho, Mirtes Waleska, entre outros. Quero colaborar da melhor maneira possível nesta empreitada cultural. Torço para que o Conselho exerça sua função máxima e democrática e deixe o seu recado no âmbito das políticas culturais do estado.



DISSERTAÇÃO

No último dia 29 de Março apresentei a dissertação: Da Academia ao Bar: Círculos Intelectuais, Cultura Impressa e Repercussões do Modernismo em Campina Grande – PB (1913-1953). Depois de dois anos de intensa pesquisa em acervos e bibliotecas da Paraíba consegui concluir meu estudo sobre os intelectuais campinense. A banca foi constituída pelos historiadores: Severino Cabral Filho (Orientador/UFCG), Elio Chaves Flores (Examinador externo/UFPB) e Gervácio Batista Aranha (Examinador interno/UFCG). Recebi na avaliação nota máxima e indicação para publicação em livro. Ainda este ano vou procurar parceiros para uma publicação. Fiquei muito feliz! Agradecer os amigos que muito me apoiaram nesta minha luta, cheio de angústias e conquistas. 



III FLIBO

Como todos os anos, estive prestigiando a Feira Literária de Boqueirão (FLIBO), que este ano ganhou a sua terceira edição. Maravilhoso estar com os amigos da Associação Boqueirãense de Escritores (ABES), numa cidade que respirou literatura em toda a sua cartografia. Fiz uma palestra, intitulada Literatura Nordestina e Urbanidade, muito bem acolhida pela platéia. Dei entrevista na Rádio local.  Acima de tudo levei para casa ótimas histórias para contar, principalmente com os amigos escritores José Inácio Vieira de Melo, Janaína Rico, André Ricardo Aguiar, Paula Izabela e Wander Shirukaya. Sem contar com a presença constante e amiga de Archidy Picado Filho, Tarcísio Pereira, Carlito Lima, Erasmo Rafael, entre outros. Parabenizar a ABES pela iniciativa, especialmente a Mirtes Waleska, pela garra e espírito de luta pelo bem de nossas letras. Próximo ano estarei lá novamente.

JOSÉ INÁCIO VIEIRA DE MELO

De todos os acontecimentos eu não poderia deixar de destacar a amizade que constitui com o poeta José Inácio Vieira de Melo. Já o conhecia desde 2008, através das redes sociais e por conversas esparsas por telefone. Graças a FLIBO podemos alargar nossa amizade. Dias alegres e divertidos, com experiências fabulosas de poesia. Trouxemos o poeta Zé Inácio para Campina Grande. Aqui ele realizou um recital belíssimo no dia 26 de Março e pudemos conhecer um pouco mais de sua poesia e de sua humanidade. Aqui mando um forte abraço no poeta “do centauro escarlate”.

2 comentários:

  1. Homem de vários compromissos e vários talentos. Sucesso, grande Bruno.

    ResponderExcluir